sábado, 16 de abril de 2011

Segredos Sobre O Cajado De Moisés

Segredos Sobre o Cajado de Moisés

                Quando se fala na “Vara” de Moisés logo as pessoas imaginam uma haste de madeira que era usada pelo pastor para apascentar suas ovelhas. A maioria das pessoas logo imagina um cajado de madeira, que era o que, o Cajado de Moisés não era. Uma haste que, nas mãos de Arão, o sumo sacerdote, era dotada de poderes milagrosos que liberaram as diversas pragas que precederam o Êxodo dos Israelitas do Egito. Nesta função, o Cajado de Moisés poderosíssimo.


Na Literatura Rabínica
            "A vara com a qual Jacó atravessou o Jordão era idêntica à que Judá deu à sua nora, Tamar (Gen. 38:18). É também a vara com a qual Moisés trabalhou (Ex. 4. 20 21), com a qual Arão realizou maravilhas diante de Faraó vii (Ex.. 10), e com o qual, finalmente, Davi matou o gigante Golias (I Sam. 17. 40). Davi deixou para seus descendentes, e os reis posteriores usaram-na como um cetro até a destruição do Beit ha’Miqdash (O Templo Sagrado), quando milagrosamente desapareceu. Quando o Messias vier, será dada a ele como um cetro em sinal de sua autoridade sobre as nações".

De qual material era feito?
            Era feita de safira e pesava 40 sa'ah, isto é, quase cinco quilos (um Sa'ah = £ 10,70), e trazia a inscrição , Que é composta pelas iniciais dos nomes hebraicos das Dez Pragas.

Quando Foi Criado?
                Deus o criou no crepúsculo do sexto dia da Criação e entregou-o a Adão. Quando exilou-se do paraíso, levou-o com ele. Depois passou-o às mãos de Enoque, Shem (filho de Noé), Abraão, Isaque e finalmente para as mãos deJacó. Sucessivamente veio para a posse de Joseph que era filho de Jacó. Com a morte de José, os nobres egípcios apossaram-se de alguns de seus pertences entre os quais estava o Cajado. Jethro que viria a ser o sogro de Moises apropriou-se do Cajado. Ele o plantou em seu jardim, e foi quando sua virtude maravilhosa foi revelada pelo fato de que ninguém conseguia retirá-lo do chão, e até mesmo tocá-lo era um desafio cheio de perigos para a vida. Isso acontecia porque o Inefável Nome de Deus, o Shem ha’Meforash[1] estava gravado nele. Quando Moisés que havia fugido do Egito entrou casa de Jetro, ele leu o Nome, e por meio dele foi capaz de retirar o Cajado do solo, e por isto Tzípora, filha de Jetro, foi-lhe dada em casamento. Seu pai havia jurado que ela somente seria esposa do homem fosse capaz de dominar a “Vara milagrosa” e de nenhum outro (Pirke Avot 40; Sefer ha-Yashar), e eu penso que é daqui que originou-se a lenda do rei Arthur e sua Escalibur. Deve, no entanto, ressaltar que a Mishná (Ab. v. 9) diz que ainda ninguém sabia nada sobre a criação milagrosa do Cajado de Aaron. Este fato da suposta origem sobrenatural do Cajado explica a afirmação que a “Vara de Arão” junto com suas flores e frutos, foi preservada na Arca da Aliança pelo rei Josias, que previa a iminente catástrofe nacional, e escondeu a Arca e seu conteúdo. O seu paradeiro permanece desconhecido até que, na era messiânica, o profeta Elias irá revelá-la.


 
 


 Descubra mais sobre estes maravilhosos mistérios, adquira já a Obra "QABALAH"


[1] O Nome brilhante de Fogo

4 comentários:

  1. Sempre tive curiosidade em saber mais sobre este poderoso artefato, e qual foi seu real poder! Jã ouvir falar que este ^cajado^ era na verdade uma grande serpente empalhada que se despertou e devorou todas as outras dos magos egipcios...

    ResponderExcluir